Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó

domingo, 26 de setembro de 2010

SEM VOCÊ


SEM VOCÊ

Já passei a relação de poemas
Então sai para passear um pouco
Passar as horas
Sem sentir essas e outras horas

Estou um pouco triste
Sentando em um banco de madeira
No pequeno jardim
Do shopping

E nem sei como
Terminará o dia
Talvez em alguma praça do Rio
Ou no fundo de algum rio

Acho mesmo que o dia
Terminará como os outros dias
No entardecer
Sem você

Visite os blogs parceiros dos grupos que participo

http://po-de-poesia.blogspot.com
http://gambiarraprofana.blogspot.com
www.mypace.com/gambiarraprofana
http://ccdonana.blogspot.com
http://artemundogabriela.blogspot.com
http://umcoracaoqueama.blogspot.com
http://emaranhadorufiniano.blogspot.com
http://minhaalmaepoesia.blogspot.com
http://fabianopoe.blogspot.com
http://galeriadeartesbutterfly.blogspot.com

15 comentários:

  1. Um tanto pessimista, mas apaixonado...

    Lindo!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Seu poema e triste mas muito bonito. Vc anda sumido, garoto, cadê vc?
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  3. E cada dia sera mais frio e mais triste.

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  4. Um pouco triste seu poema mas gostei.

    Obrigado pela sua companhia, volte sempre.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  5. Arnoldo, amigo querido.
    Hoje trago-te apenas um abração, assim... deste tamanhão!...
    O cansaço anda me vencendo.
    Amanhã eu volto, logo pela manhãzinha, prometo. durma bem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nossa Arnoldo,
    sua poesia imediatamente nos arrasta para dentro dela e nos faz sentir a mesma emoção, e sentimentos..
    Sua poesia é linda demais, repleta de sensibilidade.
    Parabéns, adorei!

    Beijos.

    Marion

    ResponderExcluir
  7. Que lindo. Belas palavras. Seguindo-te. Beejo,beejo.

    ResponderExcluir
  8. Olham-me com teus olhos as estrelas maiores.
    E como eu te amo, os pinheiros no vento,
    querem cantar o teu nome, com suas folhas de cobre.

    Pablo Neruda

    Amor & paz no belo amanhecer!Beijos!! M@RIA

    ResponderExcluir
  9. Sentir a falta de alguém, é tema de poemas lindos!
    Este, é dos mais lindos e bem sentidos que eu já li!
    Um abraço

    ResponderExcluir
  10. Os dias parecem noites...
    sem você.

    Belo poema...
    Como prometi, estou visitando os blogs que vc me indicou.

    Beijo!

    Álly

    ResponderExcluir
  11. Oi, td bem? Tem um presentinho te esperando lá no meu blog. http://doce-meio-amargo.blogspot.com/

    Espero que goste!

    Bjos

    Nina

    ResponderExcluir
  12. Triste poema,dor sem fim, amor perdido.
    Belo poema.
    Me fez lembrar...
    bjsssssss

    ResponderExcluir