Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

SELOS (para todos os amigos)




Estes selos foram presenteados pelas amigas Sarinha
blog: http://samdesnuda.blogspot.com

Vylna - blog: http://portaldememorias.blogspot.com

REGRAS
1- Visitar os dois blogs que presentearam
2- Ler e comentar a poesia (razão do blog existir)

DO SEU CORAÇÃO

Acho melhor deixar as coisas como estão
Não adianta sair procurando por ai
A doçura de um sorriso
O calor de um abrigo

Ou um paraíso

É melhor continuar no mesmo canto
Não cativar as pétalas de orvalho
Que nascem na brisa
E descobrir o que é amar

E depois chorar

Acho melhor ficar encolhido
Sentindo o frio da solidão
Para não ter que sangrar
Não sentir esperança ao olhar a vastidão

Do seu coração

20 comentários:

  1. Lindo poema,
    embora de um sentimento que
    tenta se esconder, valendo-se
    do desabrigo e do desencanto.
    Melhor seria jamais se anular,
    viver a vida, no despontar da
    alegria, e jamais desistir de
    amar...


    Obrigado pelo lindo selo,
    pelo carinho, pela lembrança
    deixado em minha casa.

    Linda dia pra ti

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  2. Muito profunda sua poesia, gostei desse cantinho, abraço poeta.

    ResponderExcluir
  3. linda poesia,amei!brigadão pelo selinho adoro.beijos tere.

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema, representa um coração um pouco amargurado, um sentimento travado, mas o amor sempre vence, basta ser verdaDEIRO......

    Fiquei feliz por demais com os selinho que ganhei...
    beijos,,,,
    Preciosa Maria...

    ResponderExcluir
  5. Olá, Arnold, estou passando pra pegar o selinho, obrigada por lembrar de mim. Vou aproveitar pra passear um pouco mais por aqui e ler seus poema. Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Poesia linda! agradeço os seliinhos já estão em meu poder quardadinhos com carinho
    Abraços
    Preciosa Maria

    ResponderExcluir
  7. "Não adianta sair procurando por ai
    A doçura de um sorriso
    O calor de um abrigo"

    Nunca deixe de procurar a doçura de um sorriso e o calor se um abrigo. Versos tristes, sentidos, por isso são belos, como tudo o que sai do coração num determinado momento de nossa vida.
    Bjos!!

    ResponderExcluir
  8. Reflexivo e muito bonito!São as duvidas do amor, adorei! Beijos

    ResponderExcluir
  9. Muito linda a poesia. Marcante... Eu já peguei os Selos dos dois blogs e estou seguindo os dois.
    Beijos. Espero receber mais visitas suas ao meu blog. Um beijo no coração!

    ResponderExcluir
  10. Pois é, Arnoldo, há momentos em que precisamos mesmo ficar no nosso canto e apenas esperar, esperar, esperar...

    Levo os selos para postá-los no Porta-jóias, OK?

    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  11. Que linda poesia poeta amigo!!!
    Como todas as que vc escreve!!!
    Abraços
    Sua fã

    Ah obrigada pelo selinho,pensei que ia esquecer de mim.

    ResponderExcluir
  12. Lindo lindo... tem tudo aver... o melhor mesmo é tirar do coração e esquecer...
    Parabéns lindo ...

    ResponderExcluir
  13. Há pessoas que passam uma vida inteira sem sentir "amor".
    Gostam...
    Sentem falta, mas amar é algo mais complexo.
    E de repente quando o amor surge para elas, pode ser que já seja demasiado tarde.
    O único jeito é se encolher no canto mesmo...

    ResponderExcluir
  14. Deixei um selo para você lá no meu blog:

    http://doce-meio-amargo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Parabéns pelo blog e pela poesia. Amei!!

    ResponderExcluir
  16. bem bonito, e triste. A decepção machuca, mas ensina a viver

    ResponderExcluir
  17. "Acho melhor deixar as coisas como estão"... mas como seria bom se as coisas não continuassem como estão! Parabéns! E obrigada pelos selos.

    ResponderExcluir
  18. Arnoldo, que saudades! Estou lisonjeada pelos mimos, agradecida de coração. Beijos, Graciele.

    ResponderExcluir
  19. Lindo poema, as vezes precisamos deixar as coisas como estão...para a dor não se tornar maior..
    Parabéns pelo lindo trabalho!
    Sempre grata e honrada com sua visita.
    Muito obrigada pelo carinho e pelos presentes...
    Adorei os selos!!!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Oi Arnoldo!
    Desculpa pela demora em pegar os selos, fiquei um tempinho sem mexer no blog. Obrigada por lembrar de mim e dos meus bloguitos, adorei.
    Lindo texto, às vezes sinto isso tudo que o texto relata...
    Forte abraço meu amigo blogueiro!

    ResponderExcluir