Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó

sexta-feira, 25 de maio de 2012

ORAÇÕES E PRAÇAS "VAZIAS"


 Meninos de rua ganham bola
Ganham promessas
Ganham sopa
Ganham cola
Orações e
Esmola
Não ganham livros
Nem família
Nem convite pra igreja
Nem futuro
Nem escola

Arnoldo Pimentel

Visite a Folha Cultural Pataxó e leia o excelente texto do amigo e escritor Jorge Pimenta, link abaixo:




12 comentários:

  1. Lindo, triste e real...abração,chica

    ResponderExcluir
  2. o absurdo do abandono
    a criança na rua não é mesmo inocente do que aquela que você foi um dia.

    ResponderExcluir
  3. Cruel realidade de cá e além mar.
    beijinho

    ResponderExcluir
  4. Dessa realidade sofrida, muitas vezes estamos a fechar nossos olhos e dizemos para nós mesmos que não são problemas nossos e sim do governo. E vamos nos omitindo, deixando-os a própria sorte, tendo sobre nós um teto reconfortante, deitando nossa cabeça e nossos travesseiros e nos cobrindo quentinho e aconchegante em meio as nossas cobertas. Lindos escritos amigo, sempre. bjim.

    ResponderExcluir
  5. Arnoldo,
    Também há menino da rua que ganhou mais que uma bola, mas sim, em geral é uma triste e dura realidade da qual muitas vezes queremos ignorar. Serve depois para "botar" uns bitaites no café com os amigos, sem lembrar o que fizemos ou podíamos fazer ajudar. Também não sei como mas....

    Beijinho

    ResponderExcluir
  6. OI ARNOLDO!
    BELO TEXTO.
    DÁ PARA SE VER NELE O DESAMPARO DE CRIANÇAS QUE VIVEM NAS RUAS.
    CADA UM FAZENDO A SUA PARTE, TALVEZ SE CONSIGA A CONSCIENTIZAÇÃO NECESSÁRIAS PARA AS MUDANÇAS.
    BRAVO POETA!
    ABRÇS
    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  7. Meu querido amigo

    Uma dura realidade que descreve neste belo poema...infelizmente cada vez mais presente no mundo.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Simplesmente verdadeiro seu poema.A realidade é essa nua e crua.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir
  9. Ai,de doer na alma essa poesia!Uma dura realidade,mas ficou lindo,Arnoldo!Bjs,

    ResponderExcluir
  10. Teu texto só tem verdades, na maioria das vezes só ficamos no discurso.
    Texto cheio de sensibilidade. Parabéns!

    ResponderExcluir
  11. Grandes e tristes verdades.
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Esse é o nosso mundo, triste verdade.

    abração amigo poeta.

    ResponderExcluir