Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó

segunda-feira, 18 de abril de 2011

AO REDOR DO LUAR (Dedicado a Márcio Rufino)


O Palavras nos Ventos encerra aqui as homenagens aos Poetas do Grupo Gambiarra Profana, o poeta de hoje é Márcio Rufino

Márcio Rufino é poeta dos Grupos Gambiarra Profana e Po-de-Poesia, Porfessor e Licenciado em História.

Nem todas as palavras do mundo traduziriam a pessoa que você é Márcio, sempre amigo, sempre dedicado, sempre pronto.

AO REDOR DO LUAR
Autor: Arnoldo Pimentel
Dedicado a Márcio Rufino

Uma casa com lareira
E seleiro
Um veleiro
Um paraíso
Para descansar enquanto olha o mar
Enquanto espera a flor da poesia
Em seu coração desabrochar
E emoções espalhar
Ao redor do luar

BEIJO TENSO
Autor: Márcio Rufino

Teus olhos fechados
Contrários aos meus abertos
Meus olhos
Dois faróis acesos
A rondar a rua deserta
Durante o beijo tenso
Sob a noite eterna.

Meus olhos a proteger
Nossa clandestinidade
Era preciso defender
Nossa efêmera liberdade
De amar.

Meus ouvidos
Nosso limite
Barulho de moto
A romper nossa esfinge


9 comentários:

  1. Olá Arnoldo
    Foi legal essa maneira que encontrou de homenagear seus amigos. Poemas sempre falam à alma.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Um duo de poesias fantástico! Obrigada, Arnoldo.


    "Nem todas as palavras do mundo traduziriam a pessoa que você é Márcio, sempre amigo, sempre dedicado, sempre pronto."


    Uma das pessoas mais lindas que tive o prazer e honra de conhecer pessoalmente, como a você Arnoldo.

    Beijos com carinho e abençoada semana.

    ResponderExcluir
  3. Arnoldo: Seja como for é sempre simpatico homenagear alguém, gostei amigo.
    Um abraço
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  4. Vc é um amigo especial... gostei muito das homenagens que vc presenteou os poetas amigos.
    Que seu dia seja repleto de luz,...
    bjos

    ResponderExcluir
  5. "Queria estar neste lugar ... Ao redor do luar"

    ResponderExcluir
  6. Homenagear é uma forma de demonstra carinho e amor.
    Antes do coelhinho chegar,
    eu vim te visitar!
    Uma mensagem de Páscoa
    de presente vou deixar!
    Não trouxe chocolates,
    pois eles iriam te engordar!
    É Tempo de Páscoa, é tempo de...

    "Tempo de meditar, de buscar, de agradecer, de plantar a paz.

    Tempo de oração!!!

    Tempo de abrir os braços, de abrir as mãos e de ser mais irmão.

    Tempo de recomeçar!

    Tempo de concessão, de compromisso, de salvação. Tempo de perdão.

    Tempo de libertar, de libertação, de passagem, de passar...

    Para onde? Para a luz, para o amor, para a vida que é eterna!

    Tempo de Ressurreição"

    Desconheço a autoria!

    Beijos com sabor de chocolate!!!

    ResponderExcluir
  7. Seu blog é muito bom por isso vim até o seu espaço e gostei muito do que li por aqui. Tenho um blog Tb gosto d++ de poemas. E estou te seguindo se VC puder da uma passada La no meu blog. E VAI SER UM PRAZER SE PUDER ME SEGUIR...Bejs . Déia.........
    Esse é o link do meu blog
    http://wwwdeiablog.blogspot.

    ResponderExcluir
  8. Querido Arnoldo,

    Muito obrigado por sua belíssima e comovente homenagem.

    Te amo, amigo.

    ResponderExcluir
  9. Nossa! Olha só onde vim parar! Não conhecia este seu espaço Arnoldo!
    Uma linda página cheia de dedicatórias homenageando seus colegas lá do Gambiarra profana (espaço o qual já conheço.) Muito lindo isto aqui! Não li todas as homenagens mas as duas que li já percebi o maravilhoso convívio respeitoso e amigável entre os amigos.
    Aqui parabenizo a todos, em especial o Márcio Rufino o qual gentilmente algum tempo atrás veio até meu espaço para fazer conhecimento comigo e minhas lembranças. Sempre que puder estarei passeando por seus "ventos" e letras amigo!
    Uma linda noite para você!
    Lembranças...

    ResponderExcluir